Perfil do egresso

A atuação do Engenheiro de Produção se fundamenta na organização/operacionalização dos sistemas de produção de bens e serviços, sempre com o intuito de se realizar os objetivos econômicos, sociais e ambientais que foram inicialmente traçados. Desse modo, o profissional é muito distinto se comparado com outros de modalidades mais tradicionais da Engenharia, sobretudo pelo fato de possuir sólida formação nas áreas de Administração, Economia, Gestão da Qualidade e Produtividade, Gestão dos Sistemas de Produção, Estratégias Organizacionais e de Produção, Desenvolvimento de Produtos/Processos e Automação, dentre outras.

Em comparação com outras modalidades da Engenharia, o engenheiro de produção tem maior formação humanística e gerencial, pois a natureza do trabalho desse profissional envolve tanto o projeto completo de sistemas produtivos como a organização dos recursos empresariais (pessoas, capital, máquinas e equipamentos, instalações fabris, matérias-primas e insumos, tecnologias, necessidades de mercado, informações e conhecimentos), sempre com a perspectiva de integração organizacional, compreensão do ambiente externo e aumento da competitividade.

O perfil profissiográfico do Engenheiro de Produção contempla aspectos como iniciativa, criatividade, espírito de liderança, capacidade de adaptação às mudanças, novas funções e impactos tecnológicos, sólidos conhecimentos humanos, técnicos e gerenciais, compreensão acerca do cenário competitivo e do meio ambiente, mercado e análise econômico-financeira, dentre outros. Dessa forma, o perfil do Engenheiro de Produção subentende sólida formação tecnológica, científica e profissional geral que capacita esse profissional a não somente lidar eficazmente com novos desafios e tecnologias, mas também o estimular para a atuação crítica e criativa na identificação/solução de problemas, com base em considerações políticas, econômicas, sociais, ambientais e culturais, com visão humanística e comportamento ético para atender às complexas demandas da sociedade.