Perfil do Egresso

O perfil do egresso desejado contempla conhecimentos multidisciplinares e vivências das rotinas ligadas à Arquitetura e ao Urbanismo, e de suas realidades locais e regionais. O profissional egresso deverá ser capaz de planejar, coordenar, controlar e avaliar as funções inerentes à sua área de atuação profissional. Assim, com formação generalista, vários campos de atuação profissional podem ser buscados pelo arquiteto, no qual, entre outros, com interesse no Urbanismo, poderá aplicar conhecimentos da evolução urbana, do uso e ocupação do solo, de novas intervenções urbanísticas, de ecologia, de morfologia da paisagem, de preservação e recuperação de paisagens.

Esta formação generalista está garantida através de disciplinas de caráter complementar e de caráter de valorização interpessoal e de iniciativa própria para o desenvolvimento de trabalhos, além de conteúdos de conhecimento geral. O trabalho voltado à comunidade também será efetuado, onde os acadêmicos desenvolverão trabalhos de ordem social, individualmente ou em equipes.

Neste sentido a formação do arquiteto e urbanista, proposta pelo Curso de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Farias Brito - FFB pretende que o aluno, com base no conjunto de conhecimentos a ser adquirido nas várias disciplinas, desenvolva sua capacidade de assimilação da teoria e dos instrumentos de projeto, por meio de uma série de exercícios e estudos de problemas de projeto. Assim, o aluno deverá partir do aprendizado da teoria, com métodos analíticos, e desenvolver soluções práticas com técnicas sofisticadas. As disciplinas de projeto simularão situações reais, possibilitando a investigação, para futura aplicação da síntese do conhecimento, por meio de processo gradual para a aquisição de conhecimento.

A formação que capacitará o profissional de Arquitetura e Urbanismo ao exercício das atividades explicitadas acima, requer uma preparação didático-pedagógica adequada, obtida via integração de conhecimentos pertinentes às áreas básica, profissional e complementar através das quais se estrutura o Curso. Tal formação incentivará, particularmente, os trabalhos de iniciação científica, os trabalhos em equipe, as monitorias, os trabalhos sociais, os estágios extracurriculares, etc.