Apresentação

Em 2004 o Ministério da Educação implantou o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior - SINAES. Uma das novidades do Sistema é a indicação de que as IES criassem uma estrutura interna de avaliação, denominadas de CPA - Comissão Própria de Avaliação. O objetivo do Ministério da Educação - MEC é de que as Instituições de Educação possam ter na avaliação uma ferramenta de melhoria de seus processos, de sua estrutura de serviços e gestão.

Constitui atribuição da CPA, organizar metodologicamente e operacionalmente o processo de avaliação interna da Instituição, bem como, buscar mobilizar a comunidade acadêmica para a importância de se auto-avaliar, bem ainda de constituir mecanismos e instrumentos de participação dos diversos sujeitos.

Credenciada pelo Ministério da Educação em 2001, a Faculdade Farias Brito-FFB, entende que a avaliação interna constitui em oportunidade para a melhoria da gestão, correção de rumos e ajustamento de pontos fortes. Nesse sentido, implantou desde os seus primeiros anos mecanismos auto-avaliativos. A partir de 2004 atendendo a normatização do MEC, estrutura sua Comissão Própria de Avaliação-CPA, buscando atuar em sintonia com as orientações do SINAES.

O presente relatório é resultado de um esforço coletivo e da compreensão de que a avaliação é uma etapa importante na vida das organizações e que esse esforço pode resultar na implantação de melhorias contínuas.
No referido relatório apresentamos a atual situação da Faculdade Farias Brito na perspectiva da equipe de auto-avaliação, tendo como fundamento a escuta aos diversos agentes que compõem a IES. Trata-se, portanto, de um documento que utiliza como referência as 10(dez) dimensões de avaliação propostas pelo MEC para a educação superior, aponta o atual estágio em que se encontra a instituição e sugere ações de ajustamento.